Gestão de processos

Afinal, de que maneira a TI proativa pode atender as minhas necessidades de mercado?

Escrito por Telium

Alguma vez você percebeu que o setor de tecnologia da informação da sua empresa está sempre correndo contra o tempo e tentando resolver algum problema emergencial? Os trabalhos se acumulam e parece ser impossível atender à verdadeira necessidade de mercado, não é mesmo?

Isso ocorre porque a maioria das empresas (e talvez a sua também) ainda não adotou a chamada TI proativa. Em linhas gerais, a TI proativa é a cultura de se antecipar aos problemas e de criar soluções para prevenir eventuais incidentes na área de tecnologia.

Muitas organizações ainda atuam de maneira reativa, ou seja, aguardam os problemas acontecerem para, só então, solucioná-los. Essa situação cria um círculo vicioso e deixa os profissionais de tecnologia sempre na correria para resolver alguma demanda emergencial.

Quer entender melhor como funciona a TI proativa, quais os benefícios dessa estratégia e como implementá-la em sua empresa? Então, acompanhe este post e saiba tudo o que você precisa sobre o tema!

Proatividade e reatividade não são inimigas

Antes que alguém comece a atirar pedras no conceito de reatividade, é importante deixar claro que essa característica não é necessariamente ruim. Em muitos casos, a reatividade é algo bom, necessário e saudável para a empresa se manter produtiva.

Afinal, não há planejamento que evite imprevistos no sistema, falhas na infraestrutura ou o surgimento de uma demanda urgente dos clientes.

Por isso, o importante não é meramente substituir uma cultura de reatividade na organização por uma cultura de proatividade.

O ideal é buscar um balanço e equilíbrio entre elas. Ao mesmo tempo em que a equipe de TI preocupa-se em evitar o surgimento de bugs e novos incidentes, é necessário que uma parte dos profissionais atue para resolver pendências do dia a dia, que surgem sem avisar.

Proatividade e reatividade são características boas, mas precisam sempre andar juntas para não haver desequilíbrio na gestão e aprimorar os padrões de governança em TI.

Agora que você entendeu bem como ambas são importantes, vamos detalhar melhor as principais vantagens da TI proativa. Acompanhe.

Benefícios de uma TI proativa para atender à necessidade de mercado

Não faltam benefícios nem vantagens para as empresas que decidiram adotar uma cultura de proatividade no setor de TI. Quem escolhe esse caminho colhe bons frutos em várias áreas e atende melhor às exigências e necessidades de mercado. Veja abaixo.

Menos gasto com tecnologia

Essa talvez seja a principal e mais atrativa vantagem da cultura de proatividade em TI. Afinal, encontrar bugs e resolver pendências rotineiras drena muita energia, horas de trabalho e, de quebra, ainda arranha o seu relacionamento com o cliente.

Ao antecipar os problemas na área de tecnologia, você deixará de perder tempo e dinheiro para resolver pequenas questões e poderá focar nas decisões e trabalhos mais estratégicos para sua empresa.

Além disso, com redução drástica no número de incidentes, você manterá os profissionais de nível sênior de TI atuando apenas nas tarefas estratégicas.

Quando o volume de incidentes é muito grande, ocorre o contrário. É comum que a equipe mais experiente (com os melhores salários) precise interromper o planejamento para resolver problemas pequenos e pontuais.

Redução no tempo de resposta aos clientes

Quando você desenvolver a cultura de proatividade na sua empresa, os problemas na área de tecnologia já vão estar mapeados. Sempre que houver alguma reclamação você estará pronto para dar a resposta certa ao cliente.

Dessa forma, o tempo de atendimento será muito mais rápido e o departamento de suporte tende a ficar desafogado. Na prática, isso significa mais satisfação do cliente e uma percepção de qualidade melhor por parte do mercado em relação a sua empresa.

Aumento no tempo de atividade dos funcionários

Quando o setor de tecnologia é proativo e evita incidentes, a infraestrutura de TI da empresa raramente fica fora do ar. Dessa forma, reduz-se bastante o índice de downtime, ou seja, quando os funcionários deixam de trabalhar por alguma questão técnica.

Com menos downtime, o fluxo de trabalho não é interrompido e a empresa mantém as atividades normalmente. Por isso, lembre-se: investir na prevenção de incidentes na área de tecnologia reflete no desempenho de toda a empresa.

Afinal, todos os funcionários dependem de um computador, da internet e do servidor para trabalharem. Proatividade em TI ajuda a empresa a atender às necessidades do mercado com mais eficiência.

Redução de prejuízos causados por incidentes de TI

Uma estimativa de mercado realizada pela consultoria Emerson Network Power afirma que grandes companhias chegam a ter prejuízo de 300 mil dólares por hora devido a incidentes no quesito tecnologia.

O prejuízo ocorre por queda no número de vendas, redução da produtividade da equipe, insatisfação dos clientes e recursos alocados para resolver os problemas.

Com uma TI mais proativa sua empresa reduzirá o número de incidentes. E com menos incidentes, você também vai reduzir os prejuízos da companhia.

Como implementar uma cultura proativa em TI

Agora que você sabe as principais vantagens em ter uma cultura proativa no setor de tecnologia da informação, vamos entrar em outro tema importante do assunto: como implementar essa cultura nas empresas?

A tarefa não é fácil, mas se você seguir as dicas abaixo terá grande chance de obter sucesso na sua organização.

Utilize ferramentas de monitoramento

Para prever incidentes em TI e propor soluções eficientes, nada melhor do que ter boas ferramentas para monitoramento dos sistemas e redes. Muitas delas são de qualidade e facilmente adquiridas pela internet, como Verax NMS & APM, Uptrends Infra e Netrounds.

O importante, além de utilizar as ferramentas, é treinar seus funcionários para usá-las da melhor maneira. Outro ponto importante é monitorar tanto a infraestrutura física de TI quanto os sistemas e softwares.

Integre as equipes de suporte e de monitoramento

Para melhorar a proatividade na área, é importante que todos os funcionários que, de alguma forma, atuam com tecnologia melhorem a colaboração entre si. Isso vale também para o pessoal de suporte.

A dica é que os gestores estimulem a troca de informação, a participação em reuniões conjuntas e a prática constante de comunicação entre as áreas.

Se a equipe de monitoramento detectou algum incidente, por exemplo, precisa imediatamente avisar o time de suporte para que os clientes também fiquem sabendo.

Agora, quando a área de suporte percebe uma demanda dos clientes, deverá avisar ao time de TI com o máximo de detalhamentos possível. Quanto mais entrosados (suporte e monitoramento), mais proatividade haverá na empresa.

Treine os profissionais periodicamente

Os profissionais de tecnologia da informação precisam passar por treinamentos, workshops e atualizações constantes. Sempre que houver uma nova ferramenta, alguma mudança nas rotinas operacionais ou uma decisão estratégica, é importante que todos estejam informados sobre isso.

Com mais treinamento, a equipe de TI renderá melhor, terá mais conhecimento estratégico da empresa e poderá responder às demandas de mercado com rapidez. Profissionais qualificados sempre são elementos essenciais no sucesso das empresas.

Gostou de conhecer melhor a cultura da proatividade empresarial e como ela pode ajudar você a atender a necessidade de mercado? Aproveite para nos seguir no Facebook e LinkedIn e receba mais conteúdos relevantes como este!

 

Sobre o autor

Telium

Deixar comentário.

Share This