Gestão de processos

Como mensurar o custo-benefício do setor de TI por meio do ROI

Como mensurar o custo benefício do setor de ti por meio do roi
Escrito por Telium

Já parou para pensar que a tecnologia da informação de uma empresa é mais que um setor? A TI é um centro de inteligência de onde surgem ações e estratégias para as demais áreas da organização.

Portanto, para ter um banco de dados organizado e bem gerenciado, capaz de tornar as operações de toda a empresa mais eficiente, é preciso investir no setor de TI. As informações mais valiosas sobre a marca, os produtos, serviços, clientes e o mercado estão nas mãos desse setor, e a forma como ele permite gerenciá-las vai refletir no desenvolvimento de todos os departamentos da organização, e claro, nos resultados alcançados por ela.

Gestores devem perceber a TI não apenas como um conjunto de ferramentas úteis para o funcionamento da empresa, mas como o setor-chave responsável pela excelência na gestão de informações. Por meio de ferramentas e métodos implantados pelo setor de TI, as demais áreas da empresa ganham em agilidade, facilidade de acesso aos dados, organização das informações, intervenção em processos independentemente do tempo e do espaço, construção de relatórios gerenciais mais precisos e, consequentemente, maior segurança na tomada de decisões.

Para entender a real importância da TI e mensurar o custo-benefício do setor por meio do Return Over Investment (ROI), ou Retorno sobre Investimento, fique atento às dicas que separamos!

O que é Retorno sobre Investimento (ROI)?

O Return Over Investment (ROI), ou Retorno sobre Investimento, é a relação entre o valor ganho ou perdido por meio de um aporte e o montante de dinheiro investido. Ele é sugerido por especialistas como o indicador ideal para mensurar o custo-benefício de um investimento em ferramentas ou sistema de gestão empresarial de TI.

A fórmula é simples, faz sentido para os diversos tipos de negócio e auxilia os gestores que buscam calcular qual lucro foi obtido a partir dos investimentos que fizeram no setor. Originalmente, a taxa ROI servia apenas para a área de finanças, e hoje é muito usada para avaliar investimentos ligados a outros setores.

O conceito de ROI foi criado em 1977, por Gartner, e ganhou força e popularidade no setor de tecnologia da informação nos anos 90, quando os projetos de implementação de Enterprise Resource Planning (ERP) se tornaram a grande novidade do setor.

A fórmula para calcular o ROI não é complexa, mas encontrar o ROI em TI também não é tão simples, pois é preciso definir quais as métricas serão usadas para traduzir melhor os resultados do seu negócio. A taxa ROI envolve vários fatores que vão ajudar a calcular a viabilidade do investimento em TI para o negócio, lembrando que o objetivo principal é avaliar o retorno financeiro que a empresa terá com a realização de determinado investimento.

O ROI nada mais é que o retorno de determinado aporte realizado em um determinado período de tempo, no qual ele será amortizado para começar a gerar lucros. É a fórmula que permite avaliar se o aporte é realmente viável e quantificar o tempo que uma empresa vai precisar para recuperar os investimentos feitos em uma determinada tecnologia — ferramenta ou equipamento.

Como calcular?

Basicamente, para calcular o ROI são necessárias duas variáveis: o retorno e o custo do investimento. A fórmula de aplicação do ROI é: (retorno ou ganho obtido – investimento inicial) / investimento inicial. Para estabelecer o ROI em forma de porcentagem, multiplica-se o resultado do cálculo dessa fórmula por 100.

Vale ficar atento, pois o valor do investimento inicial deve incluir todo o dinheiro gasto durante o processo e o tempo que foi necessário para isso. Dessa forma, é preciso incluir todas as despesas para ter um resultado preciso. Para que a mensuração do custo-benefício do setor de TI por meio do ROI seja bem próxima da realidade, é preciso considerar todos os critérios de valor e ser fiel a eles.

É importante lembrar, ainda, que o este resultado vai orientar as decisões dos gestores quanto aos projetos de TI, por isso eles devem se certificar de que estão oferecendo as quantias exatas para garantir um cálculo cuidadoso.

E, apesar de ser um cálculo realizado por uma fórmula simples, os gestores devem lembrar que mesmo que as métricas sejam reunidas de forma detalhada para o cálculo do ROI, fatores externos também vão influenciar no sucesso dos investimentos e, consequentemente, a mensuração exata. Assim, quanto mais rápido a empresa conseguir recuperar o que foi investido, melhor será o resultado.

Quais são as vantagens?

Se bem calculado, o ROI é uma importante métrica para aqueles que buscam mensurar o investimento no setor de TI para melhorar o desempenho do negócio. Esse resultado pode fazer a diferença quando o gestor for escolher os projetos de TI mais adequados à empresa. Obter o ROI vai ajudar a entender como esse resultado vai influenciar nas metas traçadas.

Entre os ganhos que a empresa tem a partir do cálculo de ROI, podemos destacar: melhoria da qualidade, da velocidade e da confiabilidade dos serviços oriundos dos aportes em tecnologia da informação, aumento das vendas, do lucro, da produtividade, melhoria da experiência do usuário e do cliente e a redução de custos.

Outros benefícios são o planejamento de metas com base em resultados mais atingíveis, a identificação do prazo de retorno dos investimentos e o acompanhamento dos objetivos de longo prazo, além dos resultados imediatos.

Para conquistar todas essas vantagens e medir o custo-benefício do setor de TI a partir deste cálculo, é preciso determinar a origem do projeto de tecnologia da informação, quais problemas é necessário resolver e quais objetivos você quer alcançar para então calcular o retorno financeiro com exatidão. Além disso, é importante continuar sempre monitorando os objetivos, pois a taxa de ROI pode variar de acordo com o momento da empresa.

A Telium Networks é um provedor de soluções de internet, que oferece serviços corporativos como cloud computing, servidor dedicado, link dedicado, redes corporativas, e-mail híbrido, PABX-IP e colocation. Para ficar por dentro do mercado de TI e as principais soluções para o seu negócio, assine a nossa newsletter!

 

Sobre o autor

Telium

Deixar comentário.

Share This