Gestão de processos

Entenda como funciona o monitoramento proativo de redes

Escrito por Telium

Dentre todas as atribuições da TI, quanta atenção você dá para o monitoramento proativo de redes? Tratar o assunto como secundário pode impedir a sua empresa de alcançar seu potencial.

Neste texto, responderemos às principais dúvidas sobre o assunto. Veja o que esse acompanhamento significa, qual a diferença entre agir e reagir e as vantagens de ter proatividade no controle de rede. Vamos lá?

O que um monitoramento proativo de redes significa?

O monitoramento proativo da rede é a soma de metodologias, processos e ferramentas que permitem à TI acompanhar o desempenho de links de internet e rede local em tempo real, com indicadores e apontamentos que atualizem seu status e permitam uma ação rápida em determinadas situações.

Aqui, a palavra-chave é a proatividade. A ideia desse tipo de acompanhamento é que a TI esteja aplicada no monitoramento ao longo de toda a sua rotina, buscando formas de corrigir problemas emergentes ou iterar na oferta já existente.

Ou seja, é uma busca constante por desempenho e disponibilidade, tomando as rédeas da infraestrutura e tendo um controle próximo e completo sobre todos os seus aspectos, sem esperar que algo de errado aconteça para agir.

Qual a diferença entre ações proativas e reativas em TI?

E esse é exatamente o ponto que torna a proatividade tão relevante para o sucesso de negócios em todos os departamentos.

Quantas vezes você já ouviu que “prevenir é melhor do que remediar”? Esse é um ditado tão comum porque pode ser aplicado a qualquer situação.

No caso da tecnologia, prevenir significa economizar com soluções mais simples em problemas ainda não tão complexos, seja economia de recursos ou tempo.

Buscar um monitoramento ativo também permite que você conheça melhor sua infraestrutura e seus pontos fortes e fracos, para que, ao longo do tempo, a TI possa aperfeiçoar seu trabalho, seu sistema e o impacto da tecnologia como um todo na empresa.

Como esse monitoramento ajuda a minha empresa na prática?

Como deu para perceber, esse monitoramento proativo é muito importante para a saúde de redes corporativas, mas será que ele só tem um objetivo?

Muito pelo contrário! Ter um bom controle desse ativo tecnológico é fundamental para as empresas do futuro. Nós podemos argumentar isso facilmente quando listamos as vantagens que ele traz para quem se dedica e aplica o conceito em sua rotina. Confira:

Identificação de problemas quando ainda podem ser corrigidos

Uma empresa é um organismo multifuncional, com diversos departamentos e setores que precisam se integrar para atingir o sucesso. Ou seja, qualquer anomalia em um desses processos tem o potencial de afetar todos os outros. Que tal tornar a TI uma fonte de soluções, e não de problemas?

Quando se acompanha ativamente a rede da empresa, é possível identificar qualquer mudança na oferta ou na utilização de recursos e agir imediatamente. Isso torna o sistema não só mais seguro, mas mais confiável para ser a base da produtividade desse negócio. Isso vai se estender para todos os tópicos abaixo.

Maior disponibilidade do sistema

O que mais fere a produtividade em uma empresa que utiliza bastante a rede (seja com servidores internos ou nuvem) é o downtime. Essa indisponibilidade é mais longa e mais frequente quando a TI está agindo no escuro — não sabe como o problema surgiu e o que fazer para solucioná-lo.

Quando o monitoramento é proativo, é possível corrigir a maioria dessas falhas antes que chegue ao ponto de tornar a rede indisponível. Isso significa menos tempo de empresa parada e menos tempo de TI trabalhando para apagar incêndios, podendo agir estrategicamente no sucesso da empresa.

Recursos constantes para a produtividade

Mas não é só uma rede indisponível que atrapalha a empresa. O monitoramento proativo de rede permite controlar sua qualidade e sua utilização de forma que os recursos contratados estejam sempre no máximo de sua entrega.

Isso elimina as instabilidades de link, como softwares por nuvem que demoram para carregar, quedas de internet, que podem fazer colaboradores perderem parte do seu trabalho etc. Um bom monitoramento significa manter a rede constante, estável e no máximo de sua performance.

Minimização de desastres

Por melhor que sejam o controle da TI e as ferramentas de monitoramento, nenhum sistema é completamente imune a falhas ou comprometimento de dados. Nesses momentos, o tempo de resposta é fundamental. A vantagem de acompanhar a rede de forma proativa em sua rotina é que, nesses casos, fica mais fácil identificar origens, causas e consequências.

Com uma visão clara dessas questões, a TI sabe exatamente em que ponto atacar o problema, como contê-lo e o que fazer para restabelecer a rede o quanto antes. Um bom monitoramento de redes é também uma preocupação com a segurança.

Visão da TI como plataforma de negócios

Segurança, disponibilidade e performance: todos esses aspectos que a TI oferece aos outros departamentos podem ser convertidos em sucesso de produtividade e entrega.

O seu setor é cada vez mais responsável por encontrar soluções e oportunidades que destaquem a empresa das concorrentes — seja pela otimização de processos, seja pela entrega de tecnologia ao público ou soluções que impulsionem a capacidade produtiva.

Monitorar a rede de perto é mais uma dessas armas na sua busca por tornar o setor a base do sucesso da empresa. Com os insights levantados da utilização da rede, você vai conseguir encontrar novas formas de executar tarefas, novas soluções para aumentar a eficiência do trabalho e como redesenhar processos para economizar e otimizar o dia a dia.

Guia para investimentos futuros

Além do ganho no presente, essa é uma preocupação para o futuro. Pense no tipo de informação que você pode extrair desse controle de perto da sua rede: como ela é utilizada, quais são as brechas potenciais, como corrigi-las, como facilitar seu uso, como transformar nuvem e rede em colaboração e produtividade.

São todas respostas capazes de apontar a TI para os melhores investimentos, que levarão à empresa as soluções tecnológicas que você descobrir como mais importantes para o negócio.

Ou seja, o monitoramento proativo de redes é um modo de a sua equipe se posicionar estrategicamente na empresa, com uma visão mais ampla do presente e um foco maior no futuro. O quanto antes você abraçar esse potencial, mais chance tem de colocar a sua empresa à frente da concorrência.

Gostou do artigo? Quer ler mais como este e se atualizar no seu setor? Então assine a nossa newsletter!

 

Sobre o autor

Telium

Deixar comentário.

Share This