Novidades

O que é microssegmentação em data center?

Escrito por Telium

Quem acompanha o nosso blog sabe como o mercado de tecnologia de informação cresce a pleno vapor. Surgem novas soluções quando menos se espera, e você precisa acompanhar essas mudanças. Os profissionais que não estão antenados com as novidades acabam perdendo espaço para concorrentes e prestando serviços que não satisfazem os clientes.

Um ponto muito importante está relacionado à segurança de dados e servidores. Em todas as situações, é necessário adotar estratégias de proteção bem fundamentadas e consistentes, a fim de evitar problemas e invasões.

Por causa disso, a microssegmentação em data center é uma técnica que vem ganhando cada vez mais espaço no mercado. Mas você sabe o porquê disso ou o que ela é?

Este post vai ajudá-lo a entender um pouco mais sobre o assunto. Respondemos a essas perguntas e ainda mostramos as vantagens desse conceito. Veja a seguir!

O que é a microssegmentação em data center?

Com o avanço das tecnologias, muitos gestores se encontram diante de infraestruturas digitais complexas e caras. Adotar medidas de segurança em todas elas é uma tarefa complicada e que exige muito conhecimento de um gerente de TI. O aumento do número de crimes cibernéticos é uma grande prova dessa deficiência na segurança empresarial.

A microssegmentação em data center é uma ferramenta adotada para dividir a rede em segmentos distintos até o nível de trabalho individual. Dessa forma, é possível definir controles de segurança e fornecer serviços segmentados. E isso acaba com a capacidade do invasor se mover lateralmente após uma invasão.

Em outras palavras, esse procedimento transforma o data center em um cofre bancário que protege as informações dos seus clientes.

O que é necessário fazer para atingir esse nível?

Esse processo traz vários benefícios para empresa, entretanto, é necessário preparar a gestão antes de aplicá-lo. Em um primeiro momento, você deve analisar todo o fluxo de informações e a rotina de trabalho de sua equipe.

A equipe de TI deve entender o fluxo de rede e encontrar pontos fracos no sistema de segurança. Não se esqueça de rever as regras de firewall no perímetro norte-sul e no tráfego leste-oeste. Com essas informações em mãos, você consegue definir as melhores técnicas para criar pontos de estaqueamento.

A persistência é uma característica essencial para o sucesso da microssegmentação em data center. A segurança deve acompanhar todas as mudanças, seja na atualização de softwares ou na expansão do número de usuários.

As políticas de segurança devem ser fundamentadas nos tipos de carga de trabalho e em seus objetivos. Além do mais, é necessário que elas estejam em todos os lugares. Data centers tradicionais priorizam as cargas de trabalho mais importantes. Essa atitude está equivocada, pois cria oportunidades para hackers e invasores burlarem o sistema.

Portanto, crie um modelo de política de segurança e veja quais são os resultados obtidos. Determine um padrão de segurança zero em que não é permitida a comunicação entre as cargas de trabalho do data center.

De uma forma bem simples: inicie as atividades com cada gaveta e porta bloqueadas para as suas próprias funções. Com o tempo, abra os canais de comunicação conforme seja necessário.

Fique muito atento para não engessar essa política e sempre a mantenha flexível. Desse modo, você consegue alinhar as necessidades de segurança com as exigências dos clientes.

Quais são as suas principais vantagens?

Percebe-se que a microssegmentação em data center é uma premissa para o sucesso de um gerente de TI, não é mesmo? O Gartner já destacou a sua importância, e você precisa acompanhar essa tendência para prestar um serviço cada vez melhor.

Abaixo, separamos os benefícios dessa prática.

Redução de custos

O orçamento financeiro de uma empresa é outro ponto que determina a obtenção de resultados positivos. De nada adianta ter uma infraestrutura que gera muitas despesas e problemas para o gerente de TI.

É possível reduzir investimentos em tecnologia com a microssegmentação em data center. Isso ocorre porque ela realiza várias simplificações e segmenta os setores. Como o controle do fluxo de acesso e informações é completo, a implantação de firewalls físicos para o volume de tráfego leste-oeste é reduzida drasticamente.

Além do mais, ocorre a diminuição das despesas operacionais, já que a microssegmentação automatiza e testa tarefas. Dessa forma, uma solução só é aplicada quando há certeza de sua eficiência.

Escalabilidade

O firewall é bastante limitado quando se trata da escalabilidade de um data center. Ele exige que a empresa direcione todo o tráfego para um local de aplicação e restringe o número de acessos em um único cluster. Com o aumento da demanda do mercado, essa situação atrapalha o crescimento do data center.

Já a microssegmentação caminha na direção oposta. As redes virtuais podem coexistir com transparência na rede física. O trabalho da equipe de TI é facilitado e muito flexível, pois é possível virtualizar os segmentos de partes da rede utilizando nós de hypervisor.

Aumento de segurança

A microssegmentação em data center inibe a ação de invasores e bloqueia a sua movimentação lateral para outros servidores. Esse procedimento isola as cargas de trabalho com uma política de segurança específica, dificultando a ação de hackers em outros sistemas e dados.

Lembre-se também de que a virtualização distribui os serviços de rede para a interface virtual em máquinas virtuais. Como consequência disso, cria-se um encadeamento lógico de serviços. Assim, você organiza o sistema de forma única e coordena e correlaciona as aplicações de segurança.

Há, portanto, grande necessidade em adaptar as soluções tecnológicas de uma empresa às medidas de segurança para proteger as informações em seus servidores. Aqueles que não tomam esse cuidado colocam em risco a credibilidade da gestão e a integridade dos dados dos seus clientes.

A microssegmentação em data center é uma política que otimiza o trabalho de um gerente de TI e automatiza tarefas. Desse modo, há o aumento de segurança e a redução de despesas da gestão. Portanto, analise quais são as necessidades dos seus clientes e veja como é possível aplicar esse recurso em sua rotina de trabalho.

E então, o que você achou do nosso conteúdo? Quer aprender ainda mais sobre as melhores soluções em tecnologia? Agora entenda mais sobre um data center terceirizado!

 

Sobre o autor

Telium

Deixar comentário.

Share This