Segurança da Informação

Por que investir em segurança é tão importante para negócios SaaS?

Escrito por Telium

O uso de Software como um Serviço, ou SaaS (Software as a Service), como modelo de negócio vem ganhando cada vez mais espaço no mercado atual. Graças à transformação digital pela qual estamos passando, a implementação dessa estratégia se tornou mais acessível e cheia de possibilidades. Entretanto, novos riscos também surgiram.

Com a migração de uma grande parcela dos negócios para o ambiente digital, a proteção dos dados se tornou uma questão cada vez mais importante — por isso é tão necessário investir na segurança SaaS.

Criamos este post para tirar todas as suas dúvidas sobre o tema, mostrando práticas essenciais para ter sucesso com o SaaS e minimizar os riscos. Confira!

O investimento em segurança SaaS

A adoção do SaaS traz uma série de benefícios, principalmente no que diz respeito à redução de custos. O investimento inicial é baixo, os custos com manutenção técnica são bem menores, a capacidade de adaptação do sistema é maior e a própria operação dos softwares é mais rápida e customizável. Não é à toa que muitos especialistas enxergam o SaaS como uma tendência que deve substituir completamente a infraestrutura interna de TI.

Entretanto, junto dos avanços tecnológicos, é possível observar um crescimento nos riscos presentes no ambiente digital — de alguns anos para cá, o número de vazamento e sequestro de dados sensíveis tem se tornado uma grande dor de cabeça para empresários. Os próprios criminosos da rede passaram a comercializar kits ransomware para viabilizar práticas de invasão por pessoas menos experientes.

Isso levou muitas empresas a questionar erroneamente se valia ou não a pena investir em SaaS. Na verdade, a migração para modelos de negócio digitais é dada como inevitável. As vantagens são cada vez mais significativas e quem investe em SaaS ganha rapidamente diferenciais competitivos frente à concorrência.

O ponto está na necessidade de investir em segurança SaaS. Com um sistema de proteção robusto e a implementação de certas práticas, é possível criar um ambiente estável e manter os negócios operando sem grandes problemas. Assim como a própria utilização da Internet em ambiente de trabalho trouxe preocupações durante sua implementação, o SaaS pode gerar dúvidas.

Porém, todas as transações bancárias, por exemplo, já são realizadas no ambiente digital há décadas, de forma bastante segura. Assim, o investimento em segurança SaaS é fundamental para garantir que sua empresa possa adquirir os benefícios desse tipo de serviço sem correr riscos desnecessários — como já fazem os bancos.

Como cada provedor SaaS tem sua própria política de fornecimento do serviço, a melhor forma de começar é garantindo a segurança no alicerce dessa infraestrutura, isto é, a nuvem.

Os cuidados com a nuvem

Um dos grandes benefícios do SaaS é a possibilidade de adquirir um serviço sob demanda, que entregue exatamente aquilo que sua empresa mais precisa. Isso gera um aproveitamento melhor do investimento e evita instabilidades no sistema. Entretanto, é essencial levar a segurança em conta na hora de estabelecer esse contrato.

Nuvens públicas podem ser bastante úteis de acordo com as especificidades de seu negócio. O custo pode ser reduzido e a conexão estável. Porém, é preciso pensar duas vezes se os dados que sua empresa vai armazenar têm um alto grau de sensibilidade.

A opção mais segura é sempre a nuvem privada. Garantir um servidor individual para armazenamento dos seus dados sigilosos é uma boa forma de evitar que uma falha na segurança exponha informações contratuais, de clientes e fornecedores ou até mesmo dados bancários e assuntos do financeiro — mas essa demanda, é claro, depende das informações com as quais sua empresa lida.

Em geral, uma alternativa interessante costuma ser adotar uma nuvem privada para dados mais sigilosos e utilizar a nuvem pública para manter os sistemas mais simples no ar. Essa é uma configuração de nuvem híbrida e representa um meio termo para empresas que não desejam alocar totalmente os seus recursos em uma nuvem privada.

Os backups

Por mais que muita gente conheça os riscos de vazamento e sequestro de dados, nem todo mundo entende que a maior causa é a falha humana. Funcionários que abrem e-mails de desconhecidos, baixam softwares indesejados ou mesmo conectam pen drives infectados na rede (não intencionalmente) são mais comuns do que gostaríamos.

A conscientização é fundamental para evitar esse tipo de evento. Entretanto, ela não elimina a necessidade de uma política eficiente de backups. O SaaS possibilita a execução de backups de informações em alta disponibilidade, minimizando perdas de dados que podem ocorrer em caso de ataque ou mesmo em uma falha de hardware.

Os dados copiados, por sua vez, podem ser restaurados rapidamente e o servidor não deixa de estar disponível para acesso de qualquer lugar via internet. Trata-se de uma medida de segurança básica, mas extremamente importante. Os backups são, em última instância, a maior garantia de segurança da empresa quanto às suas informações.

Em caso de um sequestro de dados com ransomware, por exemplo, a restauração feita com a última atualização do backup é a melhor saída — já que a alternativa seria confiar em cibercriminosos, pagando um resgate e esperando sem garantia alguma o código da criptografia.

Os serviços de segurança sob demanda

A segurança SaaS é mais do que uma preocupação extra para a empresa e o setor de TI — ela é parte da estratégia de negócios. Por isso, assim como sua empresa deve buscar por um provedor SaaS que ofereça um plano que se ajuste às suas necessidades, é fundamental que a segurança também seja sob demanda.

A melhor forma de garantir isso é partindo do conhecimento aprofundado sobre seu modelo de negócio, suas operações no SaaS e os pontos críticos de segurança dos dados. Se sua empresa lida com bancos de dados sigilosos, por exemplo, é fundamental que o serviço de segurança tenha como base uma infraestrutura robusta de antivírus, firewall e monitoramento da rede.

Já no caso de um sistema delicado de comunicação, no qual há um grande uso de telefonia (voIP) e troca de e-mails confidenciais, é importante contar com uma conexão VPN com criptografia. Tudo vai depender, como dissemos anteriormente, das características específicas da sua empresa e das suas necessidades.

O mais importante é investir constantemente em tecnologias inovadoras, fornecidas por empresas de boa reputação e especialistas em cibersegurança. A segurança SaaS pode ser o melhor caminho para que sua empresa aumente sua presença no ambiente digital, reduza custos e otimize suas operações. Faça já uma avaliação de suas necessidades e implemente essas práticas em seu dia a dia!

Quer saber como adquirir um nível de excelência em segurança SaaS? Então entre em contato com a Telium e fale com quem mais entende do assunto!

Sobre o autor

Telium

Deixar comentário.

Share This